Nomes para Escritório de Advocacia: Como Escolher, Dicas e Inspirações

por | dez 22, 2020 | Negócios | 0 Comentários

Tradicionalmente, escritórios de advocacia são lembrados por portarem os nomes dos seus sócios fundadores. Apesar disso, quanto mais o tempo passa, mais os advogados estão ousando na escolha do nome, e isso pode ser ótimo para o negócio. 

Apesar da estratégia clássica, hoje é possível usar um pouco mais de criatividade na escolha de um nome, uma vez que ele poderá carregar a sua empresa para o resto da sua existência. Além disso, um toque de originalidade pode ser o que falta para o sucesso do negócio. 

Para facilitar sua leitura, separamos o artigo da seguinte forma:

Como escolher um nome para escritório de advocacia

Primeiramente, o processo de escolha do nome do escritório deve ser feito com calma e cautela. Nada de apressar o processo, uma vez que essa será uma das decisões mais importantes do negócio. Sobretudo, é preciso ter muito planejamento e carinho. 

O nome precisa ser capaz de carregar os valores da empresa, e passar essa mensagem de forma clara e simples. Apesar disso, de acordo com  o artigo 16 do Estatuto da Advocacia, existem duas regras que irão precisar ser seguidas nesse processo. Elas são:

  • § 1º A razão social deve ter, obrigatoriamente, o nome de, pelo menos, um advogado responsável pela sociedade, podendo permanecer o de sócio falecido, desde que prevista tal possibilidade no ato constitutivo.
  • § 4°  A denominação da sociedade unipessoal de advocacia deve ser obrigatoriamente formada pelo nome do seu titular, completo ou parcial, com a expressão ‘Sociedade Individual de Advocacia’.
Veja também:  Tipos de Sociedade Empresarial: Como Funciona, Vantagens e Desvantagens

Certamente isso reduz muitas possibilidades de nome, reforça a escolha de nome tradicional (nome dos sócios fundadores) e dificulta o uso de criatividade. Apesar disso, nada impede que um escritório de advocacia use um nome fantasia, que será reconhecido pelos clientes. 

Além do uso de nome fantasia, uma outra possibilidade é o uso de siglas. Muitos escritórios de advocacia vêm adotando esse tipo de nome, mas é bom tomar cuidado se essa for a opção: os tribunais de ética da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) não costumam ver com bons olhos. .

Enfim, para escolher o nome é necessário verificar a disponibilidade comercial do mesmo, assim como questões relacionadas a patentes e registros. Também é necessário checar se há domínios disponíveis na internet para registro de um site com o nome escolhido para o escritório.

Uma dica extra, é encontrar um nome que seja diferente dos concorrentes mais próximos. Existem dezenas de escritórios de advocacia, e certamente vários nomes que já estão em campo e que podem ser bem próximos das suas primeiras escolhas. 

Como criar um nome para escritório de advocacia

Na hora de criar o nome, é preciso levar algumas questões técnicas em consideração. Por isso, listamos algumas dicas de como criar o seu nome para um escritório de advocacia. 

1 – Nomes e sobrenomes associados 

Como já foi dito anteriormente, é uma tradição entre os escritórios de advocacia manter os nomes dos sócios fundadores. Dito isso, uma boa opção é combinar os nomes e sobrenomes. Muitos escritórios usam o ampersand “&” para combinar as iniciais dos sócios fundadores.

2 – Nome fácil de lembrar

Um escritório de advocacia, como qualquer outro tipo de negócio, precisa ser lembrado pelos clientes, ou seja, o nome precisa marcá-los. Para que isso aconteça, é interessante que você tenha um nome fácil de lembrar. Olhe as opções e veja as mais fáceis de memorizar. 

Veja também:  Diferença entre Lucratividade e Rentabilidade: Quais São?

Um nome simples e forte é sempre a melhor opção. Além disso, lembre-se que se um cliente precisar olhar para o cartão do seu escritório, em busca de lembrar o nome, algo está muito errado. O ideal é que ele lembre o seu nome facilmente. 

Quer saber como fazer a escolha de um nome fácil de lembrar? Peça ajuda a pessoas próximas, como familiares e amigos. Depois, selecione três ou quatro opções e peça a opinião deles. Essa é uma prática interessante para sair da bolha e ter opiniões diversas.

3 – Corra de nomes difíceis de soletrar

É ruim se o cliente não lembrar seu nome, mas se ele não souber escrever o nome é tão ruim quanto. Além de poder gerar problemas na hora dele procurar o seu escritório de advocacia na internet, por exemplo, também é ruim pelo fato de que ele provavelmente não vai indicar o seu negócio. 

Dito isso, tome muito cuidado com a grafia, quanto mais simples, melhor para você!

4 – Nomes curtos

Nomes curtos são as melhores opções, uma vez que são fáceis e mais sonoros. Mesmo se você optar pelas siglas dos sócios fundadores, opte por encurtar ao máximo. Sempre se lembrando, claro, de tentar colocar algo diferente da concorrência. 

Além disso, lembre-se de que nomes longos, como aqueles que combinam os sobrenomes de muitos sócios, podem criar confusões, tornando mais difícil que o escritório seja lembrado e reconhecido pelos clientes. Isso dificulta, até mesmo, a busca pelo nome na internet.

20 ideias de nomes para escritório de advocacia

A maior parte dos nomes para escritório de advocacia são os sobrenomes dos sócios. Dito isso, separamos alguns exemplos de firmas internacionais. Veja:

  1. Pro Bono Consultancy
  2. Juris Civilis
  3. Sullivan & Rothman
  4. Triumphus Legal Co.
  5. De Facto Law
  6. Smith Group Corporate Law
  7. Saggio Legal Consultancy
  8. Indicia Consultancy
  9. Goldstein & Wagner
  10. Affaires Legales
  11. Convictus Group
  12. Sachs & Dickson
  13. Affidavit Law
  14. Capital Tax Lawyers
  15. Ross & Rogers
  16. Marston & Morgan Law
  17. Justice Law Group
  18. Lex Scripta Law
  19. Legal Capital
  20. M&M Law Firm
Veja também:  O que é Custo Operacional? Como Fazer o Cálculo Para Uma Empresa!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *